Os mais belos e interessantes fenômenos astronômicos ao alcance do astrônomo amador!

 

Destaques do mês de Junho

 

 

 

Junho:

 

Observe a lenta movimentação de Júpiter junto à estrela Porrima (Gamma Virginis), situada à esquerda de Júpiter, ao anoitecer. No início do mês os dois astros estão à meia-altura a és-nordeste (ENE); em meados de junho estão altos no céu a nordeste (NE) e a nor-nordeste (NNE) no final do período, altos no céu. Observe a olho nu ou por binóculo.

 

 

2 de junho - sexta-feira:

 

Máxima atividade da chuva de meteoros Chi-Scorpídea.

 

3 de junho – sábado:

 

Elongação máxima oeste de Vênus (ás 9h 30min), observada ao amanhecer. Neste dia Vênus está a 45º 48’ a oeste do Sol. Excelente época vermos a “Estrela D’Alva”. Veja a olho nu, por binóculo ou por telescópio.

 

3 de junho - sábado:

 

Máxima atividade da chuva de meteoros Herculídea.

 

3 de junho - sábado:

 

Bela configuração entre os planetas Vênus e Urano, situado à esquerda e “próximo” a Vênus, vista a partir das 3h 40min a leste (E). Observe por telescópio.

 

3 de junho - sábado:

 

Conjunção da Lua e a estrela Porrima (Gamma Virginis), situada acima e junto à Lua, vista ao anoitecer a és-nordeste (ENE). Note o planeta Júpiter à direita dos dois astros, mostrando, também, uma bela configuração. Observe a olho nu, por binóculo ou por telescópio.

 

4 de junho – domingo:

 

Bela configuração entre a Lua, o planeta Júpiter (situado acima e à esquerda da Lua) e a estrela Spica (Alpha Virginis), localizada acima e à direita da Lua. O belo triângulo formado pelos três astros é visto ao anoitecer a és-nordeste (ENE). Observe a olho nu ou por binóculo.

 

4 de junho - domingo:

 

Máxima atividade da chuva de meteoros Omega-Scorpídea.

 

4 de junho - domingo:

 

Máxima atividade da chuva de meteoros Circinídea.

 

5 de junho – segunda-feira:

 

Máxima atividade da chuva de meteoros Scorpídea.

 

6 de junho – terça-feira:

 

Bela configuração entre a Lua e as estrelas Zubenelgenubi (Alpha Libræ), situada à direita e acima da Lua, e Zubeneschamali (Beta Libræ), localizada à esquerda e abaixo da Lua, vista ao anoitecer a leste (E).  Observe a olho nu ou por binóculo.

 

7 de junho – quarta-feira:

 

Bela configuração entre o planeta Mercúrio e o aglomerado estelar aberto das Plêiades, situado na constelação de Taurus (o Touro) e localizado à esquerda de Mercúrio, vista a partir das 5h 50min e por pouco tempo, a leste (E), mergulhados nos clarões da aurora. Veja a olho nu ou por binóculo.

 

7 de junho - quarta-feira:

 

Observe a Lua junto às estrelas que formam a cabeça de Scorpius (o Escorpião), no início da noite a és-sudeste (ESE). Observe a olho nu ou por binóculo.

 

8 de junho – quinta-feira:

 

Máxima atividade da chuva de meteoros Librídea.

 

8 de junho – quinta-feira:

 

Bela configuração entre a Lua e a estrela Antares (Alpha Scorpii), situada à direita e acima da Lua, vista ao anoitecer a és-sudeste (ESE). Observe a olho nu ou por binóculo.

 

9 de junho - sexta-feira:

 

Máxima atividade da chuva de meteoros Ophiuchídea Austral.

 

9 de junho - sexta-feira:

 

Máxima atividade da chuva de meteoros Tau-Herculídea de Junho.

 

9 de junho – sexta-feira:

 

Bela configuração entre a Lua e o planeta Saturno, situado à direita da Lua, vista ao anoitecer a és-sudeste (ESE). Observe a olho nu ou por binóculo.

 

10 de junho - sábado:

 

Máxima atividade da chuva de meteoros Theta-Ophiuchídea de Junho.

 

14 de junho – quarta-feira:

 

Máxima atividade da chuva de meteoros Scorpio-Sagittarídea.

 

15 de junho – quinta-feira:

 

Oposição do planeta Saturno (em relação ao Sol), às 7h 05min. Neste dia o planeta nasce a és-sudeste (ESE) ao pôr-do-sol e permanece visível por toda a noite. Excelente época para vermos o “Planeta dos Anéis”. Distância do planeta à Terra no momento da oposição: 1.352.364.751 km. Observe a olho nu, por binóculo ou por telescópio.

 

20 de junho – terça-feira:

 

Máxima atividade da chuva de meteoros Ophiuchídea Boreal.

 

20 de junho – terça-feira:

 

Bela configuração entre a Lua e o planeta Vênus, situado abaixo da Lua, vista a partir das 3h 40min a és-nordeste (ENE). Observe a olho nu ou por binóculo.

 

21 de junho – quarta-feira:

 

Solstício de inverno para o hemisfério sul da Terra (e de verão para o hemisfério norte), à 1h 24min. A partir deste dia, a constelação de Leo (o Leão), que simboliza as noites de outono, cede sua posição de destaque para a de Scorpius (o Escorpião) que representa as noites frias da estação que se inicia.

 

21 de junho – quarta-feira:

 

Conjunção superior do planeta Mercúrio (com o Sol), às 10h 19min. Neste dia, os dois astros nascem e se põem praticamente juntos e Mercúrio não será observado.

 

22 de junho – quinta-feira:

 

Conjunção da Lua com o aglomerado estelar aberto das Híades, situado na constelação de Taurus (o Touro), com a ocultação de diversas estrelas do aglomerado pela Lua. O fenômeno pode ser acompanhado a partir das 5h 15min a és-nordeste (ENE). Ao nascer, a Lua já oculta estrelas das Híades. Note a estrela Aldebaran (Alpha Tauri) abaixo da Lua. Observe a olho nu ou por binóculo. IMPERDÍVEL.

 

26 de junho – segunda-feira:

 

Bela configuração entre a Lua e o aglomerado estelar aberto do Presépio (M 44), também chamado de Aglomerado da Colmeia (Beehive), pertencente à constelação de Cancer (o Caranguejo) e situado logo abaixo da Lua, vista a partir das 18h 20min a oés-noroeste (ONO). Observe por telescópio.

 

27 de junho – terça-feira:

 

Máxima atividade da chuva de meteoros Corvídea.

 

27 de junho – terça-feira:

 

Bela configuração entre a Lua e a estrela Regulus (Alpha Leonis), localizada acima da Lua, vista ao anoitecer a noroeste (NO). A partir das 20h e até o ocaso da Lua, o fenômeno torna-se mais interessante, com os dois astros aparentemente bem próximos um do outro. Observe a olho nu, por binóculo ou por telescópio.

 

29 de junho – quinta-feira:

 

Bela configuração entre a Lua e a estrela Denébola (Beta Leonis), situada abaixo e à direita da Lua, vista ao anoitecer a nor-noroeste (NNO). Observe a olho nu ou por binóculo.

 

30 de junho – sexta-feira:

 

Bela configuração entre a Lua e o planeta Júpiter, situado acima e à direita da Lua, vista ao anoitecer ao norte (N). Observe a olho nu ou por binóculo.

 

 

 

 

voltar